SAÚDE, AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

SAÚDE

Como é sabido, o Azeite Virgem Extra possui inúmeros benefícios para a saúde.

A 11 de novembro de 2010, a ONU declarou a dieta mediterrânica como Património Imaterial da Humanidade e, com isso, o Azeite como seu produto estrela que é.

Na Aceites Alguijuela sentimo-nos comprometidos com a qualidade, e isso requer uma forte convicção naquilo que fazemos. Como fazemos isso e para quem o fazemos?

Para poder cumprir este compromisso de qualidade, asseguramos todo o processo do azeite. Por isso, só elaboramos A.V.E. das nossas próprias oliveiras, dado que assim temos a certeza de poder garantir que toda a campanha provém única e exclusivamente de Produção Integrada.

A Produção Integrada é um sistema de produção e transformação de alimentos de alta qualidade que mantém a rentabilidade e sustentabilidade das explorações, respeitando o ambiente e garantindo a segurança alimentar que a sociedade atual exige.

Desenvolvida sob a Ordem 29 de junho de 2010 da Comunidade Autónoma da Extremadura, a Produção Integrada estabelece os critérios fundamentais para fazer um uso racional dos recursos naturais, manter uma boa sanidade dos cultivos e dar prioridade aos métodos biológicos e culturais em detrimento dos agroquímicos. Este trabalho encontra-se sujeito à prescrição e supervisão de um técnico especializado.

Procuramos conseguir uma redução no uso de pesticidas e restantes substâncias químicas, melhorar o manuseamento dos diferentes trabalhos, assim como encontrar o momento ideal para realizá-los. Tudo para conseguir um produto saudável e de extrema qualidade.

Respondendo à pergunta inicial, elaboramos os nossos A.V.E. para aquelas pessoas que apostam na Saúde, no Bem-estar e no cuidado do Ambiente.

logo
BENEFÍCIOS DO AZEITE VIRGEM EXTRA
  • Reduz o risco de endurecimento das artérias e de doenças do coração graças ao seu elevado teor em polifenóis.
  • O ácido oleico que contém pode combater o cancro da mama.
  • Possui propriedades que poderiam reduzir o risco de sofrer de Alzheimer.
  • Melhora a circulação sanguínea e previne os problemas ao caminhar.
  • Ajuda a prevenir as infeções provocadas por bactérias como E. coli e Salmonella.
  • É fonte de ácidos gordos monoinsaturados e antioxidantes, e por isso ajuda a diminuir o colesterol.
  • Em pacientes com diabetes tipo 2, tem efeitos benéficos sobre o metabolismo da glucose e das gorduras.
  • Contém um componente químico natural com propriedades anti-inflamatórias.
  • Estimula a produção de vasodilatadores e melhora a fluidez do sangue, o que diminui os riscos de hipertensão.
  • Contribui para manter a hidratação da pele.
O OLIVAL LUTA CONTRA AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

Durante a Convenção Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP22) em Marraquexe 2016, vários estudos demonstraram que o cultivo da oliveira junto com a adoção de práticas agronómicas adequadas podem aumentar a capacidade de fixação de CO2 da atmosfera nas estruturas vegetativas permanentes (biomassa) e no solo.

Segundo estes estudos, para produzir 1 litro de azeite temos de emitir para a atmosfera 1,5 quilogramas de CO2 ao longo do ciclo de vida do produto. Para produzir esse mesmo litro de azeite, o olival fixa no solo cerca de 11,5 quilogramas de CO2. O saldo é claramente positivo, de cerca de 10 quilogramas de CO2 retirados da atmosfera.